Paternidade

PAI [Do lat. pater, pelas f. padre, *pade e pae.] S. m.
1. Homem que deu ser a outro; homem que tem um ou mais filhos; genitor, progenitor. 2. P. ext. Aquele que exerce as funções de pai: pai adotivo. 3. Animal do sexo masculino que gerou outro. 4. Designação bíblica da divindade, com relação a toda a criação, esp. ao homem. 5. Benfeitor, protetor.


Hoje em dia, se tornou muito fácil ter um filho. Você só precisa de uma garrafa de vodka, um parceiro do sexo oposto e pouquíssimo juízo. Até eu, no auge dos meus 13 anos, poderia facilmente arrumar um filho. É triste, mas é a realidade. Entretanto, existe uma grande diferença entre tem um filho e ser um pai. Você não precisa ser o pai biológico para ser um verdadeiro pai. Para fazê-lo, você precisa estar presente. É muita coisa?
As brincadeiras, as caretisses, as gírias super antigas que nas mentes deles ainda "abalam legal" (como "discoteca", "mina", "tesourão"), todo homem de 40 anos ou mais -ou menos- tem. Ânimo para ensinar dever de casa, ficar acordado até o filho chegar da festa e servir de motorista de vez em quando, todo mundo arruma. Mas isso não é o bastante. Você precisa ajudar. Apoiar. Educar.
Graças a Deus, eu posso dizer sem sombra de dúvidas que eu tenho um pai. Não porque ele compartilhou os genes dele comigo. Mas porque eu tenho alguém que me diz "fica calma, Carol, essas coisas acontecem" sempre que alguma coisa dá errado. E porque eu tenho alguém que me corrige quando eu apronto, que me dá a sabedoria que eu preciso para ser feliz. Alguém com tanta coisa para pensar, tantas responsabilidades e mesmo assim com paciência para se sentar e perguntar na maior calma do mundo: "e então, quer ler para mim aquele texto que você fez?"
Meu pai é o cara mais foda do mundo inteiro! Ele é animado, ele é romântico, engraçado, cheio das manias mais malucas, calmo, inteligente... Minha mãe deu sorte. Muita sorte. Ele também deu sorte por ter se casado com ela. E por mais que de vez em quando ele não me deixe chegar em casa na hora que eu quero e ir a todos os lugares que me dá vontade, eu devo a ele o meu sorriso. E a minha saúde, porque sem ele eu muito provavelmente passaria fome. Mas isso não vem ao caso.
Enfim, feliz dia dos pais, papai! Que você possa continuar fazendo macarrão todo santo domingo e que você ainda dê muitas voltas pela casa com esse seu moletom velho. Hahahahahaha!

4 comentários:

  1. ah querida estou lhe seguindo também.
    brigada pela visita e parabéns pelo blog!

    ResponderExcluir
  2. OI, Ficou alegre a pagina, mas vou ter de confessar: dificil de ler. Será minha idade???? Ai ai ai....... To seguindo

    ResponderExcluir
  3. gostei daqui... to seguindo ;)

    ResponderExcluir

 
Explosão de vento © 2012 | Designed by Rumah Dijual, in collaboration with Buy Dofollow Links! =) , Lastminutes and Ambien Side Effects