"A ausência é um estar em mim"

Tua presença tão discreta inunda o dia, que começa nesse instante - sei porque sinto o calor da manhã brilhar nas flores e beijar-me a face. E conforme teu dedilhado carinhoso faz-se transformar em música, agarro a tua inexistência tão exata e presente.
Respiro teu ar tão escasso e sinto teu cheiro. Madeira. Café amargo. Flor do campo.
O capim dourado que farfalha do outro lado da janela, canta comigo a tua melodia e nós, eu e você, tão incertos nessa dimensão oculta, somos.
Dois, um, meio, nada. - Que diferença faz?
O Sol faz reluzir o teu sorriso em mim, e, meu corpo e minh'alma, ambos entorpecidos com o teu sabor exótico e ausente, transformam-se em dança.
Sua cor brilha em meio às palavras não ditas e transforma o novo dia em festa.
É bom.
O teu cheiro.
Tua voz suave e macia - que me leva de encontro ao céu. 
Sinto,
sou,
estou.
Com você. Em você. Por você.
Por nós.




5 comentários:

  1. Usara palavras tao nobres, que exalara uma beleza uma suavidade incomum, eu adorei linda.

    ResponderExcluir
  2. Adorei o texto, muito bonito :)
    me segue tbm
    juxre.blogspot.com

    beijo

    ResponderExcluir
  3. por uma vida feliz e amor, AHH o amor *--*

    ResponderExcluir
  4. Vou resumir: amei a estrutura e o conteúdo.

    ResponderExcluir

 
Explosão de vento © 2012 | Designed by Rumah Dijual, in collaboration with Buy Dofollow Links! =) , Lastminutes and Ambien Side Effects