Chuva e céu azul

E então ele olhou sua face pálida, antes cheia de cor. Abraçou-a como se não houvesse mundo ao redor deles, quando na verdade havia: e um mundo lindo, aliás.
Estavam no lugar de sempre. O lugar do início, o lugar do durante, e o lugar do fim. E que fim! Estavam na praia.
Lembrou-se do que ela dissera dias antes, quando estavam, só os dois, como de costume, na mesma posição e no mesmo lugar: "Eu queria ser livre como as gaivotas". Uma lágrima beijava sua face e seu sal carregava a dor do que estava acontecendo.
Colocou o ouvido próximo ao coração dela, mas não ouviu sua música. Não pôde escutar o seu cantar. Doce melodia que, dias antes, embalara a história dos dois. E que história! Cheia de intrigas, doce como o açúcar dos olhos dela e amarga como o limão dos olhos dele. Intensa, como o vermelho. O vermelho, cor da paixão duradoura, cor do vestido dela que ele mais gostava. Vestido que ela usava naquele momento. Seria para intensificar a dor dele?
Óh, Deus, o quanto ele desejara ter chegado antes!
Olhou a paisagem.
O mar continuava batendo nas pedras, as gaivotas continuavam a voar. Imaginou os olhos brilhantes dela, profundos e azuis como o mar. Estariam eles observando as gaivotas se não estivessem fechados naquele momento?
O Sol estava se escondendo e o céu tomava a cor dourada. Dourado como o ouro, dourado como o cabelo bagunçado dela, que continuava movendo-se com o vento, como sempre.
Pegou o frasco daquele remédio. "Remédio estúpido!", pensou.
Tomou um gole, já era suficiente.
Fechou os olhos e deitou-se ao lado dela.
"Seremos livres", ele disse. "Livres como as gaivotas".

2 comentários:

  1. Uau. Romeu e Julieta do século 21! *-*
    Perfeito! Escolhera as palavras certas e conseguiu despertar toda a visão do momento dentro dos meus olhos. Pude sentir o vento, ver o vestido, o cabelo bagunçado, a praia. Eu vi tudo! E a ultima cena que todos poderiam julgar como, um ato de desespero eu pude ver como uma fuga para o amor. Para o "amante" que chegara atrasada e nao pode socorrer sua amada. E não querendo deixa-la sozinha foi de encontro à ela, realizando seu maior desejo!

    "Livres como as gaivotas".

    ResponderExcluir
  2. Ah, Lys! Sabia que você iria ver tudo isso! Muito obrigada :)

    ResponderExcluir

 
Explosão de vento © 2012 | Designed by Rumah Dijual, in collaboration with Buy Dofollow Links! =) , Lastminutes and Ambien Side Effects