Restauração

De vez em quando eu penso em escrever um texto lindo. De vez em quanto eu penso em escrever um texto maravilhoso. Um texto que cure todas as doenças incuráveis, um texto que enxugue as lágrimas de todos as pessoas deprimidas. De vez em quando eu penso em escrever uma história que liberte todos os derrotados, todos aqueles que desistiram de lutar, todos aqueles que de tanto tentar e não conseguir se encontram fadigados. Me dá vontade de criar um poema, uma canção, que encha de alegria todos aqueles desiludidos, todos os que o amor passou para trás. Um texto que coloque um sorriso no rosto mais melancólico da Terra.

Mas nunca consigo. Nunca consigo devolver alegria à todas as pessoas. Nunca consigo salvar o planeta do aquecimento global, do efeito estufa, da miséria, da ambição, da falsidade. Da mentira.
Nunca consigo fazer com que o céu se encha de sol todos os dias do ano. Nunca obtenho a satisfação de fazer o riso preencher o grande vão criado pelo choro. Nunca consigo fazer com que uma linda melodia se espalhe por todas as pessoas. Não alcanço meus objetivos. Mas eu tento! Juro que tento! E tento o tempo todo, não paro de tentar.
E isso me faz questionar qual a real fórmula da felicidade. O segredo da liberdade. Qual o motivo para nós todos não nos abraçarmos e aprendermos a conviver com as diferenças de cada um?
Um dia eu ainda vou conseguir criar meu texto. Um texto que ensine a todas as pessoas a conversar ao invés de só falar. A amar ao invés de só se apaixonar. A ouvir ao invés de só escutar. Ver ao invés de olhar. A se lembrar, a sentir saudade.
A guardar todas as verdades ruins para si mesmo e só espalhar para os outros seres-humanos as verdades boas. Porque é isso que é realmente ser humano.
Eu vejo tanta gente na rua. Tanta gente! Todos atentos ao relógio, todos escravos dos números. Andando rápido, olhando sempre para a frente. Sem cumprimentar ninguém. Mal sabem eles que se inclinarem o pescoço só 45º para a direita, verão a coisa mais linda do mundo: a vida. Borboletas, passarinhos. Céu azul. Poderão ouvir um som simples, lindo, tocado por um piano. Um som que, mesmo que quase abafado pelo som dos carros e do "progresso", ainda é audível aos ouvidos de quem sente.
Mas talvez não haja uma combinação de palavras capaz de surtir tal efeito em todo o mundo. Talvez não haja verso ou frase capaz de devolver vida aos olhos de quem já não a tem.
"Mas e se eu criar uma máquina capaz de trazer de volta o Carnaval, fazer o verão acontecer quatro vezes por ano, colocar arco-íris até onde não tem sol e chuva? Uma máquina capaz de fritar todos os calendários e agendas e compromissos e preocupações que existem?". Me perguntei. E eu queria muito ouvir a resposta! Mas não consegui. Não pude. Porque tal máquina já existe, já foi inventada há muito tempo. Mas agora ela está enterrada, empoeirada, escondida no fundo da estante de cada um, sozinha.
Todo mundo tem amor. Todo mundo tem sentimento. Todo mundo tem verdades boas para contar e verdades ruins para guardar. Mas tem gente que confunde isso com a raiva. Tem que não entende o sentido de um "eu te amo", ou de um "estou com você" ou até mesmo de um "como foi a viagem? A chuva já passou?". Tem gente que acha que não vale a pena ouvir o vento passar, ver o sol se esconder, observar uma abelhinha. Tem gente que não vê sentido em ter uma estrelinha para olhar a noite.
Mas sabe o que eu acho? Eu acho que isso vai passar. Eu acho que qualquer dia desses isso vai melhorar. Porque é assim que acontecem as coisas: Chuva, sol, arco-íris.
E a chuva já acabou. Pelo menos por hoje. Quem aí tem um arco-íris?

5 comentários:

  1. Eu tenho um arco-iris. E posso dividi-lo se assim quiseres querida. Existem dias de chuva e dias de sol. Sao dias e dias, uns que nos constroem outros que nos derruba. FAz parte da vida, escreva sempre aquilo que desejar. È O melhor. (:

    ResponderExcluir
  2. Você tem o poder da escrita, você muda o mundo!

    ResponderExcluir
  3. Ana, que lindo isso que escreveu!!!
    Tão doce!
    Tão bom ler isso de manhã, inspirou meu dia!

    beijosss meus.

    ResponderExcluir
  4. que liindo *-*
    passa la no neu! beijo

    ResponderExcluir
  5. Obrigada, meninas! Vocês arrasam muito, mesmo. É por isso que continuo escrevendo *-* um beijo :)

    ResponderExcluir

 
Explosão de vento © 2012 | Designed by Rumah Dijual, in collaboration with Buy Dofollow Links! =) , Lastminutes and Ambien Side Effects