"Choro" - Primeira carta à R.

"R.,

Outra lágrima minha toca o chão. Já não escuto mais seu barulho sorrateiro, já não sinto seu calor descendo em meu rosto. Ela já não me preocupa mais, já faz parte da minha rotina. Não escondo, porém, que isso é triste. Porque é. E muito.
Mas o que posso eu fazer se não me lamentar por não te ter mais ao lado meu? O que esperas que eu faça? Sorria e cante na chuva, mesmo sabendo que estou sozinha? Não, obrigada.
Mas sabe por que lhe escrevo, meu amor? Logo hoje! Plena segunda. Sabe por que lhe escrevo? É que hoje faz um mês que você se foi, um mês que aqui estou sem respirar. 30 dias desde que você me puxou e eu senti teu calor, e eu te vi virando a esquina e levando consigo todo o resto de vida que ainda existia em meu olhar.
A cada dia que passa, sinto como se nossa história se perdesse cada vez mais no vazio que se encontra a distância entre nós dois. A cada segundo, cada mínimo momento que seja, sinto que tua respiração fica ainda mais longe de mim. Já não ouço mais teu coração bater perto de mim, já não me encontro na segurança de teus braços.
Eu tento, amor. Desculpe-me se estas frases não lhe agradem e só te façam pior, mas é que eu tento. Tento o tempo todo tirar você da minha cabeça, deixar de pensar em como teus olhos ficam lindos ao sol-se-pôr. Tento dar ouvidos aos meus amigos, isso vai passar, é desse jeito mesmo, vai melhorar, para de pensar nele. Mas não consigo. A minha parte racional (ou não seria a mais irracional de todas elas?) não permite que eu delete de mim todas as nossas lembranças, ela não permite que eu me esqueça de todas as vezes que você me fez rir alto, e todas aquelas vezes em que você me fez chorar baixinho, rezando para tudo ficar bem.
Hoje não posso fazer nada a não ser esperar que, onde quer que esteja, você se encontre feliz. Eu falei sério quando disse que só queria para mim a tua felicidade. E espero, espero mesmo, que você ainda esteja cuidando do meu coração tão bem, como sempre cuidou. Porque ele ainda está contigo, e eu não tenho ideia de quando o pedirei de volta. Se lhe serve de conforto, saibas que teu coração está seguro comigo. Porque eu cuido dele, ou pelo menos tento.
E sei que com esta carta eu já lhe estou desapontando. Não me escreva, não me procure, não fale de mim, não pense mais em mim. Mas não consigo. E me recuso a tentar conseguir. Prefiro sofrer e te amar do que ser feliz e não sentir o calor da tua paixão em meu peito.
Enfim. Saibas que rezo todos os dias para o teu bem. Para o meu bem. E espero que estejas feliz. Sorrindo neste exato momento, se possível.
É isso que importa. E tua felicidade basta para mim durante toda a eternidade.
Te amo.
J."

P.S.: Seria bom, não? Pegar toda a dor e melancolia de nossos corações e devolver ao remetente. Mas apesar de minhas tentativas frustradas, isso ainda se parece um tanto quanto impossível. Gostaria de agradecer à Lys Fernanda, que com seus textos lindos e suas cartas maravilhosas, me inspirou a também enviar uma correspondência ao meu amor.

5 comentários:

  1. Sua facilidade com as palavras nos leva a momentos de grande prazer. Continui escrevendo. Acho tudo lindo...

    ResponderExcluir
  2. muiito lindo *-* Passa la no meu :*

    ResponderExcluir
  3. Ana. Minha doce e meiga Ana Carolina (adoro o seu nome).
    Primeiramente, quero eu lhe agradecer pelo carinho que tens por mim. É algo insubstituivel. Voce é linda meu anjo.
    A tua carta querida, está explendida. Por que alem de ser entornada de reais e presentes sentimentos tambem tras nas palavras uma melancolia intrigante e prazerosa de se ler. Não que eu ache que tenha prazer na sua dor, mas é que ela é tao expressiva que me engloba de sensaçoes inexplicaveis. rsrs
    Como sempre eu escrevi demais.
    Resumidamente, eu adoorei querida. A carta ficou linda. E sabe o que eu pensou sobre essas pessoas que dizem: Isso passa, e bla bla bla. Que elas nao sabem de nada, que nao sabem o que voce sente. Voce o ama certo? E quer continuar a ama-lo ate o seu limite exigido nao é mesmo? Entao va em frente. A dor nos faz crescer. E tambem nos tras conhecimento sobre esse elucido chamado: amor.

    Um imenso beijo :*

    ResponderExcluir
  4. ADOREI! Muito obrigada pelas dicas e pelos elogios.
    Isso é pura verdade, vou começar a seguir mais o meu coração! Um beeeeeeijo, Lys! :*

    ResponderExcluir

 
Explosão de vento © 2012 | Designed by Rumah Dijual, in collaboration with Buy Dofollow Links! =) , Lastminutes and Ambien Side Effects